spacer
cta.png
 
        
Home
Orientação
FPO
Formação
OriJovem/OriJunior
Ori nas Escolas
Documentos
Comunicação
Seleções Pedestre
Seleções BTT
Corridas Aventura
Ori Precisão(Trail-O)
Mapas/Cartografia
Rankings Antigos
Clubes
SPORTident
Mapa do Site
Contactos
Ligações
Presidente FPO

 

Boletim Mensal

Nome:
e-mail:


(Cancelar subscrição)

 
Informação relativa às provas (inscrições, partidas, resultados, etc) encontra-se no OASIS.

Assembleia Geral - Plano de Atividades e Orçamento 2018
23-Out-2017

A Assembleia Geral irá realizar-se no dia 28 de outubro de 2017, pelas 16h00, no auditório da Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém.

Plano de Atividades e Orçamento 2018

 
Susana Pontes e Davide Machado Campeões Nacionais Absolutos de Orientação em BTT
23-Out-2017

 Davide Machado e Susana Pontes campeões nacionais absolutos

Foto: organização

 

O clube de Aventura da Bairrada - CAB, com o apoio do município de Águeda, organizou nos dias 21 e 22 de outubro o Campeonato Nacional Absoluto de Orientação em BTT, evento no qual, independentemente da idade, todos e todas atletas federados disputavam os títulos nacionais absolutos nos escalões masculino e feminino.

 

Usado em julho do ano passado no Campeonato do Mundo de Seniores e Juniores, o mapa desta edição do campeonato nacional absoluto foi o mapa de Valongo do Vouga, com muitos caminhos e trilhos que tornou desafiante a decisão da escolha das melhores opções entre os pontos de controlo.

 

No escalão masculino a vitória foi para um atleta de Elite, Davide Machado do Clube de Orientação do Minho (.COM). Não deu hipóteses aos seus mais direitos adversários ganhando a prova com uma margem de quase 10 minutos.

 

No escalão feminino a vitória foi para uma atleta veterana, Susana Pontes do Clube de Orientação do Centro (COC), por uma margem de 4 minutos. Considerando a história deste campeonato, em femininos quase podia ser designado Campeonato Susana Pontes, pois esta foi a sua sétima vitória consecutiva, tantas quantas as edições da prova.

 

Com os jovens Duarte Lourenço, João Mendonça e João Fonseca e a jovem Marisa Costa e a veterana Rita Gomes, o Clube BTT Loulé/BPI/Elevis conquistou os dois títulos coletivos em disputa, o de masculinos e o de femininos.

 

Resultados Campeonato Nacional Absoluto

Masculino                                       Feminino

1º Davide Machado 0:56:33              1ª Susana Pontes 1:00:45

2º João Ferreira 1:06:12                   2ª Ana Filipa Silva 1:04:53

3º Duarte Lourenço 1:08:44              3ª Tânia Covas Costa 1:06:47

4º Paulo Palhinha 1:09:04                 4ª Marisa Costa 1:07:14

5º Paul Roothans 1:09:10                  5ªRita Gomes 1:19:22

 

Pódio Masculino: João Ferreira, Davide Machado, Duarte Lourenço, Paulo Palhinha e Paul Roothans.

Foto: organização

 

Resultados Coletivos do Campeonato Nacional Absoluto

 

Masculino:                                         Feminino:

1º BTT Loulé/BPI/ELEVIS                    1ª BTT Loulé/BPI/ELEVIS

2º COC                                             2ª COC

3º ADFA                                            3ª ADFA

 

 Pódio coletivo feminino: Marisa Costa e Rita Gomes, do Clube BTT Loulé.

Foto: Organização

 

O Campeonato Nacional Absoluto de Orientação em BTT encerrou a época de Orientação em BTT 2017. O próximo evento será em Alenquer, de 10 a 11 de março de 2018, IX Troféu Ori-BTT do CPOC.

Site: http://www.cpoc.pt/

Boas férias desportivas aos nossos orientistas de BTT!

 
Campeonato Ibérico de Precisão | Campeonato Nacional de PreO - Inês Domingues brilha
20-Out-2017

O clube Ori-Estarreja, com o apoio do município de Vagos, organizou no dia 14 de outubro o “PreO da Boa Hora”, evento no qual se disputavam os títulos nacionais e ibéricos de Orientação de Precisão, nas classes aberta e paralímpica.

 

O mapa Dunas das Gafanhas, verdadeiro quebra-cabeças pela riqueza de detalhes de vegetação e relevo, foi o local escolhido para a realização de uma disciplina que permite a competição em completa igualdade de circunstâncias. Em simultâneo, no mesmo espaço e ao mesmo tempo, pessoas de ambos os géneros, com e sem deficiência resolvem os mesmos desafios desta disciplina que quase podia ser designada o Xadrez da Orientação.

 

Os resultados são disso um claro testemunho. Inês Domingues, atleta do Clube de Orientação do Centro, não deu quaisquer hipóteses na Classe Aberta. Uma atleta de reconhecido talento na vertente Temp-O, gastou apenas 10,5 segundos para resolver os três desafios do ponto cronometrado, menos 4,5 do que o segundo melhor tempo, de Luís Gonçalves, do Clube Português de Orientação e Corrida.

 

Nesta competição Inês Domingues mostrou similar talento em Pre-O, sendo a única atleta da classe aberta a acertar nos 24 desafios propostos pela organização, seguida quatro atletas masculinos que acertaram em 23, Luís Gonçalves e João Pedro Valente, do Clube Português de Orientação e Corrida, Alberto Del Dedo, do clube espanhol Toledo-O e do seu irmão Edgar Domingues, do Clube de Orientação do Centro.

 

 

 Mapa com as Soluções dos desafios da prova

 

 Os atletas da Classe Paralímpica mostraram-se de igual modo muito próximo daquelas performances. O atleta espanhol Carlos Riu, do clube COMA, sagrou-se campeão ibérico nesta classe, acertando em 22 dos 24 desafios. O atleta Ricardo Pinto, do Desporto Adaptado do Hospital da Prelada acertou em 22, ficando na segunda posição do pódio, que ficou completo com Miguel Ángel García, atleta do clube espanhol ADOL.

 

Campeões Ibéricos:

Classe Aberta: Inês Domingues (Portugal)

Classe Paralímpica: Carlos Riu (Espanha)

 

Campeões Nacionais:

Classe Aberta: Inês Domingues (Clube de Orientação do Centro)

Classe Paralímpica: Ricardo Pinto (Desporto Adaptado do Hospital da Prelada)

 

Pódio do Campeonato Nacional de PreO, Luís Gonçalves, Júlio Guerra, Inês Domingues, Ricardo Pinto e João Pedro Valente.

Foto: Raquel Costa

 

Próximo Evento Orientação de Precisão

A próxima prova pontuável para a Taça de Portugal 2017 realiza-se em Sesimbra no feriado de 1 de novembro – Campeonato Nacional de TempO.

Site

 
No sumiço da floresta, perdidos, num mapa negro.
17-Out-2017

Quem são os culpados? Há uns relatórios que apontam o dedo e culpam este e aquele. Outros a aqueloutro, bem como a erros de atuação deste e daquele. Morrerá solteira? Estamos habituados.

 

Quem são as vítimas? Muitas, infelizmente. É o zé, o antónio, o manuel, o zé manuel, o zé antónio, o antónio manuel, o manuel antónio, o tó e muitos outros, ou muitas outras, como a maria, a maria josé, a cândida e a teresa, em regra gente do povo, como é óbvio. Como o demonstram as minúsculas dos nomes e a falta de quaisquer títulos que os precedam, sem doutor, doutora, engenheiro ou engenheira.

 

Há quem tenha perdido muito mais: a vida, entes queridos, parentes, vizinhos, conhecidos, casas, anexos, indústria, muitos outros bens materiais, animais de estimação, de sustento, ou força de trabalho, campos, culturas, plantações agrícolas, silvícolas, ou outras, ou a vista para uma paisagem, agora negra, morta ou sem vida. Por eles e elas, sentimos desgosto, angústia, lágrimas. Por eles e elas, estamos todos de luto.

 

Nós, atletas de Orientação, também somos vítimas. Desde há pelo menos uma década e meia, assistimos a um lento desaparecer das nossas florestas, de alguns dos melhores estádios da nossa modalidade desportiva. Neste momento, lembro, sinto e sofro a sentir as palavras que Vítor Hugo um dia usou para escrever o Último Dia de um Condenado: «Mas as convulsões não serão as porventura as mesmas, quer o sangue se esgote gota a gota, quer a inteligência se apague pensamento a pensamento».

 

Quer se queime cada árvore ou talhão delas, acrescento. O balanço das áreas cartografadas ainda não feito, mas anteontem e ontem foi dramático, perdemos imensos estádios, em particular nas matas do centro litoral, da Nazaré até Mira. Por muitos anos, deixaremos de contar com as melhores condições materiais de treino dos nossos praticantes, desde jovens às elites.

 

Quis contudo a sorte, o labor e o amor que um grupo dos nossos se juntou para defender a sede da Federação Portuguesa de Orientação, a sede do desporto que vive na floresta, razão pela qual está localizada bem no Pinhal de Leiria.

Obrigado!

 

Sei que urge tomar medidas, como todos e todas o sabemos.

 

Mas, primeiro o luto, de respeito por aqueles e aquelas que perderam mais do que nós. Aproveitemos estes três dias para sem muitos ruídos avaliar as nossas perdas e meditar.

 

Depois as medidas, para voltar a fazer verde, de esperança, pela floresta e pelo nosso desporto, a Orientação.

 

Voltar a fazer verde, a partir da sede da Federação Portuguesa de Orientação

 

Ass: Marco Alpande Póvoa

Presidente da Federação Portuguesa de Orientação

 

 
Campeonato Ibérico de Ori-Trail Rogaine 2017
13-Out-2017

Foram mais de 200 orientistas portugueses e espanhóis que se deslocaram ao Ayuntamiento de Navalcán, na província espanhola de Toledo, para competir no Campeonato Ibérico de Ori-Trail Rogaine que se disputou no dia 07 de outubro.

 

Prova pontuável para a Taça de Portugal de Ori-Trail Rogaine 2017, contou com a presença de quatro equipas portuguesas, Ori-SET (José Bolrão e Pedro Pereira), Portugal (Raquel Costa e Nuno Mendes), Zulanos (Eugénio Sousa, Luciano Matos, Maria Matos e Nair Almeida) e ABC/ATV/COC (António Batista e Luís Quinta Nova).

 

 António Batista e Luís Quinta Nova, equipa ABC/ATV/COC, planeiam a estratégia

Foto: ABC Ori

Campeões Ibéricos:

Júnior Feminina: Partner In Crimes

Júnior Masculina: Doggies Squad

Júnior Mista: Toledo-O Runners

Absoluto Masculino: Brigantia-Tierra Trágame

Absoluto Feminino: Comcu de Norte a Sur

Absoluto Misto: Garmindiak

Veteranos Masculinos: Piloña Deporte

Veteranos Femininos: Las Tjalve

Veteranos Mistos: Monte El Pardo MX

Super Veteranos Masculinos: Topen

Super Veteranos Mistos: Minorrienteering

 

Próximo Evento Ori-Trail Rogaine:

A próxima prova pontuável para a Taça de Portugal 2017 realiza-se em Grândola no dia 11 de novembro – II Ori-Trail Rogaine "Serras de Grândola"

 
III Ori-Trail Rogaine Jogos do Sado
10-Out-2017

Azeitão acolheu a III Ori-Trail Rogaine Jogos do Sado, evento pontuável para a Taça de Portugal Ori-Trail/Rogaine 2017, no dia 30 de setembro.

 

O III Ori-Trail Rogaine dos Jogos do Sado foi organizado pela Associação de Deficientes das Forças Armadas – Delegação de Évora, e contou com mais de uma centena de atletas na linha de partida, todos preparados para definirem a estratégia para, entre 2 a 4 horas, visitar o máximo de cantos e recantos do Parque Natural da Arrábida.

Equipas vencedoras:

Absoluto Masculino: Sem Nome (Nuno Cruz/Luís Valverde)

Absoluto Feminino: ADFA (Margarida Ricardo/Sandra Rodrigues)

Absoluto Misto: ADM-Mondego/COC (Stepanka Betkova/Paulo Franco)            

Veteranos Masculinos: CPOC A (José Domingues/Nuno Ferreira)

Veteranos Femininos: Sem Rumo (Acucena/Helena/Justina/Olga/Rita)

Veteranos Mistos: GDU Azoia (Catarina Félix/Jorge Baltazar)

Super Veteranos Masculinos: Os Tira-Linhas (António Reyes/Escada da Costa)

Super Veteranos Mistos: Zulanos (Eugénio/Luciano/Maria/Nair)

 

Equipa Trail & Cia em Veteranos Masculinos (António Correia, Joaquim Veigas, José Santos e Rui Lima)

Próximo Evento:

  • 11 novembro - II Ori-Trail Rogaine "Serras de Grândola" – Grândola  (Site )

 

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 23 - 33 de 1366
spacer
 

 

Foto em Destaque

Próximas Atividades

(todas as provas têm escalões de iniciação)


Orientação Pedestre

Orientação em BTT

Corridas Aventura
(terminou a época)

    Ori-Precisão & Ori-Adaptada

    Ori-Trail / Rogaine

    Formação
    (terminou a época)


      Federação Portuguesa de Orientação - © 2017 Todos os direitos reservados
      spacer
      Apoios
      Patrocinadores
      Parceiros