spacer
cta.png
 
facebook
Home
Orientação
FPO
Formação
OriJovem/OriJunior
Ori nas Escolas
Documentos
Comunicação
Seleções Pedestre
Seleções BTT
Corridas Aventura
Ori Precisão(Trail-O)
Mapas/Cartografia
Rankings Antigos
Clubes
SPORTident
Mapa do Site
Contactos
Ligações
Presidente FPO

 

Boletim Mensal

Nome:
e-mail:


(Cancelar subscrição)

 
Informação relativa às provas (inscrições, partidas, resultados, etc) encontra-se no OASIS.

Ação de Formação de SPORTident
19-Jul-2017

De acordo com o Plano de Atividades 2017 irá realizar-se a Ação de Formação de SPORTident - Sistema Electrónico de Controlo de Provas, a decorrer em Águeda, nos dias 21 e 22 de outubro de 2017 (inscrições até 16 de outubro).

Ofício

 
Curso de Cartografia - Nível I
19-Jul-2017

De acordo com o Plano de Atividades 2017 irá realizar-se o Curso de Cartografia - Nível I, a decorrer na Marinha Grande, no dias 02 e 03 de setembro (inscrições até 24 de agosto).

Ofício

 
Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão
18-Jul-2017

O Campeonato do Mundo de Orientação de Precisão | World Trail Orienteering Championships 2017, realizou-se de 10 a 15 de julho de 2017, em Birstonas (Lituânia). Portugal marcou presença com uma delegação constituída por seis atletas, cinco na Classe Aberta e um na Classe Paralímpica.

 

Depois dos eventos modelo, a primeira competição realizou-se no dia 11 de julho, com a realização das qualificatórias de TempO – vertente em que os atletas têm de resolver o mais rápido possível os pontos de controlo propostos pela organização, sendo penalizados em tempo em caso de erro. Em representação de 26 países, nas qualificatórias de TempO participaram 80 atletas, distribuídos por duas séries, sendo que apenas os 18 melhores de cada uma teriam acesso à Final.

 

Comitiva Portuguesa da esquerda para direita: Nuno Pires, Luís Gonçalves, Ricardo Pinto, João Pedro Valente, Inês Domingues, Edgar Domingues e Susana Pontes

 

Competiram nas qualificatórias quatro atletas portugueses, Luís Gonçalves, Nuno Pires Inês Domingues e Edgar Domingues. Conquanto os “manos” Domingues tenham estado muito próximo, este ano nenhum atleta português conseguiu alcançar lugar na Final, disputada na tarde do dia 11 de julho.

 

Resultados Qualificatória do TempO

22º Edgar Domingues - série 1:

22º Inês Domingues - série2

25º Luís Gonçalves - série 1

31º Nuno Pires - série 2

 

Dois dias depois, no dia 13 de julho, numa jornada debaixo de bastante chuva, realizou-se a primeira das duas etapas de PreO – que consiste numa prova com vários pontos com diferentes desafios sem limite de tempo por ponto, contendo também alguns pontos cronometrados. No evento competiram quatro atletas portugueses: Ricardo Pinto na Classe Paralímpica; Nuno Pires, Luís Gonçalves e João Pedro Valente na Classe Aberta.

 

Dia molhado dia abençoado, na Classe Aberta, Nuno Pires e João Pedro Valente conseguiram arrecadar o segundo e terceiro lugares, o que lhes dava uma ligeira vantagem para a etapa que ainda faltava para apurar o título mundial.

 

Resultados primeira etapa de PreO

2º Nuno Pires - classe aberta

3º João Pedro Valente - classe aberta

31º Ricardo Pinto - classe paralímpica

37º Luís Gonçalves - classe aberta

 

No dia seguinte, 14 de julho, realizou-se a estafeta, prova que Portugal defendendo a medalha de Prata conquistada no ano anterior. Inês Domingues, João Pedro Valente e Luís Gonçalves foram os três “combatentes” escolhidos. Inês Domingues foi a mais rápida dos três, mas falhou mais um ponto que os restantes dois, o que lhe deu um tempo de 3’21’’. Tendo acertado no mesmo número de pontos, Luís Gonçalves fez 3’05’’ de tempo, mas João Pedro Valente foi o melhor, com 2’58’. Na classificação das nações Portugal ficou em 11º, baixando assim nove posições.

 

 

Equipa portuguesa da estafeta: João Pedro Valente, Inês Domingues e Luís Gonçalves

 

Resultados Estafeta

1º Eslovénia

2º Noruega

3º República Checa

11º Portugal

 

No sábado dia 15 de julho, realizou-se a última jornada competitiva deste Campeonato do Mundo, a segunda etapa de PreO, na qual Nuno Pires e João Pedro Valente tentavam garantir as posições de pódio alcançadas dias antes. O caminho de novas medalhas para Portugal nesta disciplina estava em aberto.

 

Ao contrário da primeira etapa, esta foi disputada sem chuva, e sem correr tão bem como se confiava. Na Classe Aberta João Pedro Valente foi o melhor atleta português da etapa, classificando-se no 17º lugar, com 24 pontos corretos. Luís Gonçalves acertou 23 e classificou-se em 32º e Nuno Pires apenas 21, ficando no 42º lugar da etapa.

 

Os deslizes na classificação da segunda etapa repercutiram-se na classificação geral da soma das duas etapas. João Pedro Valente foi o 9º classificado do Campeonato do Mundo, a melhor classificação de atletas portugueses na competição de PreO, resultado que muito honra a Orientação Nacional. Nuno Pires ficou em 28º e Luís Gonçalves em 32º.

 

 

João Pedro Valente, 9º classificado da geral em PreO, concentrado na sua prova

 

Na classe paralímpica Ricardo Pinto acertou apenas em 14 pontos, ficando no 34º lugar. Depois do 31º lugar, somatório das etapas ficou em 32º lugar na geral.

 

Resultados da segunda etapa de PreO

9º João Pedro Valente – classe aberta

28º Nuno Pires – classe aberta

32º Luís Gonçalves – classe aberta

32º Ricardo Pinto – classe paralímpica

 

Site

 
Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre: Ouro das estafetas para Noruega e Suécia
18-Jul-2017

No dia 15 de julho realizou-se a última competição do Campeonato do Mundo de Juniores, a prova de estafetas, disputada por equipas constituídas por 3 elementos. Integrando a única atleta nacional em competição, Portugal apresentou duas equipas masculinas: Ricardo Esteves Ferreira, João Novo e João Bernardino, na equipa 1; João Magalhães, Bernardo Pereira e Beatriz Sanguino, na equipa 2.

 

 Partida da estafeta masculina

 

Kasper Fosser, Elias Jonsson e Audun Heimdal, os jovens que constituíam a mais forte equipa masculina da Noruega, desde o momento da partida que demonstram o seu objetivo em conquistar o ouro, liderando a prova do princípio ao fim. A competir em casa, a equipa finlandesa apresentou duas equipas muito equilibradas que disputaram entre si um lugar das restantes duas medalhas, ao qual só pode subir uma equipa de cada país. Akseli Ruohola, Aleksi Sorsa e o “rei” das competições individuais deste campeonato Olli Ojanaho, foram os mais fortes na conquista da Prata. O lugar do Bronze foi para uma das equipas da Rússia.

 

Ricardo Esteves Ferreira, João Novo e João Bernardino, foram os atletas que em termos teóricos constituíam a mais forte das equipas portuguesas. Começaram da melhor maneira, com Ricardo Esteves Ferreira a passar o testemunho a João Novo a apenas 1’55’’ da Noruega, no 11º lugar, ou 9º se à classificação retirarmos as segundas equipas de dois países que, como referido não podiam ser classificadas nessas posições. Manter aquela posição não era uma tarefa fácil, o que de facto sucedeu, com João Novo a entregar o testemunho a João Bernardino na 31ª posição, lugar que João Bernardino manteve até ao fim.

 

No final, retirando equipas repetidas, Portugal classificou-se oficialmente em 21º lugar, subindo quatro lugares em relação ao ano passado. Assim, o 12º lugar conquistado em Itália em 2009, por Jorge Fortunato, Diogo Miguel e Tiago Romão, mantêm-se o melhor resultado nacional nesta competição.

 

 

  Linnea Golsater, Sanna Faste e Lisa Jonssin Nordin, da Suécia: equipa campeã

 

No escalão feminino a Noruega também tentou o título, o que se afigurou possível até à transição para o terceiro percurso. Porém, com uma prestação menos conseguida por parte da terceira atleta, a equipa acabou na posição de Bronze. Com prestações exemplares ou erros mínimos, e beneficiando daqueles erros, Linnea Golsater, Sanna Faste e Lisa Jonssin Nordin da Suécia ficaram com o Ouro e a equipa da Suíça com a Prata.

 

Site

 
Curso de Formação de Treinadores - Grau I
18-Jul-2017

De acordo com o Plano de Atividades de 2017 irá realizar-se o Curso de Formação de Treinadores - Grau I, a decorrer na Marinha Grande, entre os dias 28 de agosto e 04 de setembro (inscrições até 17 de agosto).

Ofício

Programa

 
Campeonato do Mundo de Juniores de Orientação Pedestre: Ouro para Finlândia e Suíça na distância lon
14-Jul-2017

Hoje realizou-se a última prova individual do Campeonato do Mundo de Juniores, a distância longa. Oriundos de 38 países, competiram 175 atletas no escalão masculino e 149 no feminino.

 

O mais forte foi Olli Ojanaho, atleta da casa que venceu assim as três provas individuais disputadas neste Campeonato do Mundo. O finlandês percorreu os 10,7 quilómetros do percurso e encontrou os 21 pontos de controlo assinalados em 1h05’11’’. O sueco Simon Imark foi o segundo classificado, gastando mais 43’’ que o vencedor e menos 13’’ que o seu colega Simon Hector, o terceiro classificado.

 

Num terreno bastante duro e tipicamente finlandês, com pântanos, inúmeros pormenores de relevo e elementos rochosos, Portugal teve 5 atletas masculinos a lutar pelo melhor resultado possível. Ricardo Esteves Ferreira voltou a ser o melhor português, em 41º lugar.

 

 

João Novo na distância longa

Resultados masculinos:

1º Olii Ojanaho 1h05’11’’

41º Ricardo Esteves Ferreira 1h18’22’’

92º João Novo 1h28’58’’

106º João Bernardino 1h32’23’’

147º João Magalhães 1h46’19’’

153º Bernardo Pereira 1h55’37’’

 

A atleta suíça Simona Aebersold também sacou dos seus galões de rainha destes campeonatos, para também ela conquistar a vitória em todas as provas individuais do Campeonato. Completou o seu percurso de 7,6km em linha reta, com 16 pontos de controlo, em 56’03’’, menos 3’14’’ que a segunda classificada, a finlandesa Veera Klemettinen.

 

Portugal teve apenas uma atleta portuguesa presente, Beatriz Sanguino que se classificou no 103º lugar. Depois de alguns erros na parte inicial, em particular para o segundo ponto de controlo, foi melhorando e acabou uma prova regular a nível técnico.

 

Opções da Beatriz Sanguino até ao nono ponto

 

Resultados femininos:

1ª Simona Aebersold 0h56’03’’

103ª Beatriz Sanguino 1h30’35’’

 

Amanhã termina o Campeonato do Mundo de Juniores, com realização da prova de estafetas, na qual competem equipas constituídas por 3 elementos. Portugal apresentará duas equipas masculinas, integrando uma delas a única atleta nacional em competição: Ricardo Esteves Ferreira, João Novo e João Bernardino, na equipa 1; João Magalhães, Bernardo Pereira e Beatriz Sanguino, na equipa 2.

 

Boa Sorte para todos!

 
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 11 de 1312
spacer

mtboc2016.gif

Foto em Destaque

Próximas Atividades

(todas as provas têm escalões de iniciação)


Orientação Pedestre

Orientação em BTT

Corridas Aventura
(terminou a época)

    Ori-Precisão & Ori-Adaptada

    Ori-Trail / Rogaine

    Formação


    Federação Portuguesa de Orientação - © 2017 Todos os direitos reservados
    spacer
    Apoios
    Patrocinadores
    Parceiros